Como investir com 100 reais ? Saiba tudo em 4 passos

Veja quais são os 4 passos necessários para você começar a investir na bolsa de valores com apenas 100 reais

Assista ao vídeo no canal DINHEIRO EM FOCO no Youtube


7 minutos de leitura

Felizmente nos últimos anos e principalmente durante os últimos meses o assunto dinheiro passou a ser mais frequente no dia a dia da vida do brasileiro. É certo que as circunstâncias não são das mais adequadas, pois a pandemia nos forçou à ficarmos em casa, o desemprego aumentou e a Taxa Selic caiu ao seu menor nível histórico. Esta tempestade perfeita fez com que a temida Renda Variável passasse a ficar mais atraente e chamou a atenção de milhões de pessoas que em questão de meses passaram a ser investidores na bolsa de valores. E se você está lendo este post, tenho certeza que ainda não se tornou um destes investidores de renda variável, ou já começou a investir mas ainda não sente-se confortável com a ideia. Sendo assim, preparei este material para você que deseja começar a investir em ações e fundos imobiliários ou a você que já começou a investir em ações e fundos imobiliários mas ainda sente-se perdido. Então confira abaixo quais são os 4 passos para saber como investir com 100 reais.

AVISO: Este material NÃO é recomendação de compra ou venda de ativos. O intuito desta página é exclusivamente educacional, com o intuito de ensinar a você como se analisar Ações, Fundos Imobiliários e Setores da Economia. Você é quem deve decidir o seu posicionamento em relação às ações da empresa analisada.

A falta de conhecimento leva à irracionalidade, onde você toma atitudes equivocadas dominado pelo medo e pela ansiedade.

1 – Estude através de livros sobre investimentos

De todos os investimentos existentes, sem dúvidas o melhor de todos é o investimento em CONHECIMENTO. Para ser um bom investidor é importante você possuir conhecimentos básicos em Matemática Financeira, Contabilidade e entender como funciona o mercado de Ações. Conforme os anos passam e você adquire mais experiência, o conhecimento se tornará um forte aliado e potencializará a sua capacidade como investidor, trazendo ganhos mais substanciais.

Então você me pergunta: Quais são os melhores livros sobre investimentos? Abaixo listei os 4 melhores livros sobre investimentos para iniciantes.

Além dos livros sobre investimentos citados acima, você também pode conferir o meu eBook para Investidores Iniciantes e outros títulos na minha livraria, e também ler meus posts sobre alguns livros. Outra recomendação é você assinar o Amazon Prime e pagando apenas R$9,90 por mês você terá acesso a diversos livros inclusos no pacote.

Criar o poder do hábito da leitura é fundamental para você ganhar dinheiro como investidor.

Você dedica 8 horas do seu dia para trabalhar e ganhar o seu dinheiro. Quantas horas do seu dia você dedica em aprender como fazer o seu dinheiro trabalhar para você?

2 – Investimento mensal

Dois componentes fundamentais para qualquer investidor é ter disciplina e paciência nos seus investimentos. Investir é como plantar uma árvore: Você planta a semente na terra, rega esta semente de tempos em tempos, até que a árvore começa a crescer e quando chega em seu estado maduro, começa a dar frutos, que serão colhidos e consumidos por quem a plantou. Estas frutas possuem sementes dentro de si, que podem ser plantadas, gerando novas árvores e ainda mais frutos, garantindo abundância de recursos.

Trazendo esta analogia para os nossos investimentos, você como investidor iniciante deve ter a disciplina de aportar dinheiro periodicamente na sua carteira de investimentos, seja todos os meses, a cada dois meses ou conforme a sua realidade o permita. Com R$100,00 por mês é possível montar uma carteira diversificada e defensiva. Por ser um investidor paciente, ao longo do tempo estes investimentos começarão a render proventos, que são os dividendos e juros sobre capital próprio (JSCP). Estes proventos poderão ser reinvestidos para gerar mais dividendos no futuro, criando o efeito bola de neve dos juros compostos.

Arriscado não é investir. Arriscado é trabalhar por 40 anos e esperar o INSS pagar a sua aposentadoria.

3 – Abrir uma conta em uma Corretora de Valores

O boom atual do número de investidores em ações e fundos imobiliários trouxe algo muito positivo para o investidor, seja ele iniciante ou experiente. As corretoras de valores se multiplicaram, ficaram mais modernas e muito mais baratas. Em 2016, uma ordem de compra ou venda de ações recebia um acréscimo de R$10,00 a título de comissão. Hoje em dia, diversas corretoras possuem taxa zero, ou cobram valores baixos, na casa dos R$2,50 por compra ou venda. Além disso, quase todos os bancos de varejo passaram a oferecer o serviço de Home Broker, tornando a gestão dos seus investimentos ainda mais fácil.

Atualmente, as corretoras mais buscadas são: Clear Corretora, XP Investimentos, Rico Corretora, Easynvest (adquirida pelo Nubank), Banco Inter (BIDI4). Independente de qual corretora você abra a sua conta, te aconselho a fazê-lo o quanto antes, assim você poderá começar a se ambientar sobre os investimentos em bolsa de valores.

Investir R$100 por mês não te deixará rico, mas te ajudará a criar o hábito de poupar e investir. Quem não investe ganhando pouco, dificilmente investirá ganhando muito.

4 – Escolha boas empresas de bons setores

Sim, esta é uma das missões mais difíceis para qualquer investidor. Encontrar boas empresas em bons setores da economia listados na B3 (B3SA3). Para o investidor iniciante é importante fugir do risco de empresas “promissoras” que são aquelas que se valorizam 300% por ano por puro viés especulativo. As boas empresas pertencem a setores sólidos, apresentam lucros anualmente e distribuem dividendos constantemente e farão dormir tranquilo todas as noites. Abaixo listo os setores considerados mais seguros na bolsa de valores e como você pode selecionar as boas empresas nestes setores:

  • Bancos – historicamente o Brasil oferece um dos maiores spreads (lucros) do mundo, e isto faz o setor ser um dos mais blindados da bolsa de valores. Em épocas ruins, os bancos lucram pouco, em épocas boas os bancos lucram muito. O importante é que eles dificilmente deixam de lucrar e por este motivo são um dos principais distribuidores de dividendos. Lembre-se: evite ser cliente dos bancos, mas sempre seja sócio de um banco.
  • Energia Elétrica – A crise chegou e você deixou de utilizar energia elétrica? Ao contrário, agora você passa mais tempo em casa, e portanto passou a consumir mais energia elétrica. Além disso, o Brasil possui a maior diversificação de fontes de energia elétrica, além de um déficit na distribuição de energia. Ainda há muita oportunidade por explorar.
  • Saneamento – O mesmo raciocínio se aplica ao caso da energia elétrica. A crise chegou e as pessoas reduziram a demanda por esgoto e água? Sabemos que cerca de 50% da população brasileira não possui acesso à esgoto tratado, e o Brasil está em vias de finalizar o Marco do Saneamento Básico.

Como selecionar ações?

Agora vamos ver como escolhemos boas ações para compôr a nossa carteira inicial. Lembrando que isto te servirá não somente para escolher as melhores ações para 2020, mas senão para qualquer época. Neste caso, utilizarei a ferramenta Status Invest:

  • Acesse a página https://statusinvest.com.br/ e selecione a opção AÇÕES > BUSCA AVANÇADA
  • Ao abrir a nova tela haverá uma série de filtros. Estes são os Indicadores Fundamentalistas, amplamente ensinado no livro O INVESTIDOR INTELIGENTE. Estes são parâmetros que indicam o quanto uma empresa é saudável e eficiente. Como ainda estamos iniciando a nossa jornada como investidores, vamos começar por 4 indicadores básicos.
  • ROE acima de 10% – O ROE (Return on Equity) indica a capacidade de uma empresa em gerar valor aos seus acionistas. Ele indica quantos % de retorno ela gera a cada R$1,00 investido. Neste caso, buscaremos empresa que geram acima de 10% de retorno sobre o valor investido.
  • P/L entre 1 e 20 – O Preço/Lucro é um fator que indica quantas vezes o preço da ação está acima da quantidade de lucro gerada pela empresa. Ou seja, uma empresa com P/L de 20, significa que ela precisa aumentar os seus lucros em 20x para justificar o preço das suas ações e ao longo dos anos é difícil encontrar empresas que conseguiram aumentar os seus lucros a estes níveis. Empresas com P/L negativo significa que elas não obtiveram lucro.
  • Dívida Líquida / Patrimônio Líquido abaixo de 100% – Um dos grandes problemas de muitas empresas é o endividamento. Neste caso, buscamos empresas que possuem níveis de dívidas abaixo do seu patrimônio, o que significa que estas empresas são bem geridas e não criam dívidas impagáveis.
  • DY acima de 3% – É o Dividend Yield quanto esta empresa paga em forma de proventos (dividendos e jscp) em relação ao seu preço. O mínimo que precisamos exigir de uma empresa é um valor que cubra a inflação anual. A fórmula para calcular o DY é PROVENTOS PAGOS POR AÇÃO / PREÇO DA AÇÃO.
  • Por último, vamos selecionar o setor de UTILIDADE PÚBLICA e o subsetor ÁGUA E SANEAMENTO.
https://statusinvest.com.br/acoes/busca-avancada/

Como resultado temos as empresas SANEPAR (SAPR3, SAPR4 e SAPR11) e a COPASA (CSMG3). Ambas são empresas públicas estaduais, provedoras de serviços de água e esgoto.

https://statusinvest.com.br/acoes/busca-avancada/
  • Para finalizar a nossa escolha, vamos verificar o histórico da SANEPAR (SAPR3). Nas imagens abaixo podemos ver que nos últimos 5 anos a SAPR3 distribuiu dividendos constantemente, inclusive aumentando os valores em 2019. Em 2020 há menos distribuição de dividendos, pois em tempos de pandemia, empresas públicas tendem a ser mais afetadas pela política de distribuição de dividendos. Também podemos verificar que nos últimos 5 anos a SAPR3 teve crescimento de Receita Líquida e Lucro Líquido maior do que Custos, tornando a empresa mais eficiente e rentável.
https://statusinvest.com.br/acoes/sapr3
https://statusinvest.com.br/acoes/sapr3

Em 25/09/2020, as ações da SAPR3 fecharam o pregão ao preço de R$ 5,47. Outras empresas que passariam em nossos filtros acima, com os preços de acordo com o pregão da mesma data:

  • BBSE3 (BB Seguridade): R$25,01 – Setor de Seguros
  • BBDC3 (Banco Bradesco): R$19,76 – Setor Bancário
  • BBAS3 (Banco do Brasil): R$30,30 – Setor Bancário
  • ITSA4 (Itaúsa): R$9,03 – Setor de Holdings
  • TAEE3 (Taesa): R$9,41 – Setor de Transmissão de Energia
  • TOTAL: R$98,98

COM R$100,00 VOCÊ MONTA UMA CARTEIRA DIVERSIFICADA, COMPOSTA POR 6 EMPRESAS DE 5 SETORES DIFERENTES.

É certo que há diversos outros aspectos que devem ser analisados em uma empresa: capacidade de gestão, potencial de crescimento, capacidades competitivas e muitas outras. Porém, este ponta-pé inicial servirá para você entender como analisamos empresas para incluir em nossa carteira de investimentos e com o passar do tempo você irá adquirir mais conhecimento, experiência e dinheiro para aumentar o seu patrimônio investidor e gerar melhores resultados.

Melhor feito do que perfeito.

Então eu te pergunto: O QUE MAIS FALTA PARA VOCÊ COMEÇAR A INVESTIR? Comente aqui abaixo 👇


Siga o meu blog

Assine a Newsletter e fique por dentro de todas as postagens do meu Blog

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: